Semana passada estive em Orlando fazendo um curso de gestão e marketing na Life at Campus e conheci o trabalho da HTS Brazil – High Talent Sports e achei simplesmente sensacional e quis compartilhar com vocês.

A HTS Brazil é uma empresa que une esporte e educação, funcionando como uma facilitadora entre jovens estudantes brasileiros dispostos a batalhar por uma bolsa de estudos esportiva em universidades norte-americanas. A ideia é investir em novos talentos, mostrando aos candidatos as possibilidades profissionais trazidas pelo estudo aliado à prática esportiva. A escolha dos Estados Unidos também não é aleatória: por lá, existe um investimento sólido no esporte universitário com mais de 23 mil bolsas esportivas sendo oferecidas anualmente.

myhc_25797

A história da empresa é super bacana porque os sócios fizeram intercâmbio, passaram por todo o processo e hoje propiciam isso aos jovens brasileiros. Conheça os jovens empreendedores por trás desse projeto:

Rafael Ferreira, 32 anos, administrador formado pela Embry-Riddle Aeronautical University, nos Estados Unidos, considerada uma das mais importantes instituições especializadas em aviação. Jogou futebol juvenil em vários clubes no Brasil, mas sempre soube que poderia ir ainda mais longe além dos campos. Foi estudar nos Estados Unidos, conseguiu uma bolsa esportiva e ficou lá por 6 anos. Na volta ao Brasil sua experiência foi fundamental para administrar, não apenas os negócios de sua família, mas sua própria empresa.

Giancarlo Doro, 31 anos, profissional de marketing formado pela Anhembi Morumbi (no Brasil) e pela University of California Santa Barbara e Embry-Riddle Aeronautical University (ambas nos Estados Unidos), também viu sua paixão pelo futebol ampliar seus horizontes acadêmicos. Com passagens pela equipe júnior da Portuguesa e do São Paulo, teve uma experiência de 2 anos nos Estados Unidos com uma bolsa de estudos esportiva, onde descobriu sua veia empreendedora. Já atuou na multinacional Siemens e agora se dedica à HTS.

Felipe Guimarães, 26 anos, graduando pela Madonna University (Michigan, Estados Unidos), chegou a ser jogador profissional no Brasil, atuando pelo Barueri. As demandas do universo acadêmico falaram mais alto e Felipe decidiu investir pesado nos estudos, mas não quis deixar de lado a paixão pelo futebol. Assim, ele também alcançou uma bolsa esportiva nos Estados Unidos, onde vive atualmente. Empreendedor, ele também descobriu uma nova possibilidade nos Estados Unidos: desde 2015, Felipe também se dedica a projetos sociais.

O projeto tem tanta credibilidade que o jogador Lucas Moura, atual jogador do PSG da França, é o embaixador da HTS. Durante sua jornada como atleta profissional, viu vários amigos terem que abandonar o esporte por conta das demandas da vida e poucos conseguiram decolar, de fato, na carreira. Acompanhando de perto o desenvolvimento dos candidatos a uma bolsa de estudos nos Estados Unidos, ele deixa claro que ser jogador profissional é apenas uma das alternativas dentre uma enorme gama de possibilidades, que podem dar aos jovens talentos uma segunda chance.

lucas-moura_1ellq2ko03mb31kxc16821jh4g

Como funciona?

A HTS promove uma avaliação esportiva e acadêmica dos candidatos. Existem exigências acadêmicas e legais para que o aluno seja aceito em uma universidade no exterior, por isso os candidatos passam por uma avaliação cuidadosa, que envolvem aspectos educacionais, legais e esportivos para verificar se está apto a concorrer a uma vaga.

Existe também uma burocracia envolvida para conquistar a bolsa de estudos esportiva. A empresa oferece todo o suporte em tempo integral, desde a documentação acadêmica ao visto estudantil, ou seja todo o apoio necessário ao aluno-atleta em sua trajetória no exterior.

92609011

 As seletivas

Para facilitar o processo de avaliação esportiva, a HTS promove, de tempos em tempos, seletivas por todo Brasil. Neste ano, já ocorreram duas: uma em Ribeirão Preto e outra em São Paulo. Até o fim de 2016, outras seletivas devem acontecer nos principais polos brasileiros.

O desenvolvedor técnico da HTS, Otávio de Luca, também foi jogador profissional no Brasil, formou-se com uma bolsa esportiva nos Estados Unidos e há alguns anos dedica-se a estabelecer uma ampla rede de contatos entre técnicos e universidades norte-americanas e talentosos garotos brasileiros.

Entre os dias 27 e 28 de agosto haverá uma seleção de futebol masculino em Campinas e nos 24 e 25 de setembro de futebol feminino, em Barueri. O nível para conseguir uma bolsa de estudos no futebol é desde o nível intermediário a garotas que jogam num nível profissional.

Qualquer duvida, podem entrar em contato com a empresa:

Serviço:

HTS Brazil

Telefone: (11)3285-5507

Instagram @htsbrazil

Site http://www.htsbrazil.com.br/

Facebook: www.facebook.com/htsbrazil/