Muitas pessoas me perguntam se maio é mesmo o mês das noivas. Não há como negar que nessa época ocorrem muitos casamentos, mas os casais estão cada vez mais conscientes e escolhendo outros meses para celebrar a união como setembro, que vem se destacando como um dos melhores períodos para dizer o “Sim, eu aceito”. O que vale na hora de escolher o mês do casório é o estilo de festa, o local, o orçamento e principalmente, uma data que seja importante e especial para os dois.

Escolher o dia da cerimônia é uma tarefa que exige muito planejamento, por isso, fizemos um levantamento com as principais vantagens e desvantagens de cada mês para que consigam pensar e já programar a data do casamento!

Janeiro

Se você deseja começar o ano de alianças trocadas, é bom saber que janeiro é o mês menos procurado para casamentos, o que pode facilitar a negociação de preço com os fornecedores, além de haver maior disponibilidade de datas em igrejas. O ano começa com os dias mais longos que a noite. Para quem quer um lindo pôr do sol durante a cerimônia, essa é uma boa época. As fotos e vídeos ficam lindos. Para quem tem parentes em cidades distantes ou outros estados, é um mês vantajoso, já que muitas pessoas costumam estar de férias e fica mais fácil viajar.

A desvantagem é o excesso de calor e a alta incidência de chuva. Cerimônias ao ar livre são bem arriscadas por conta das pancadas de chuva, muito comuns nesse mês. O ideal são cerimônias noturnas e em locais cobertos. Gerador é um item essencial e um cuidado extra. Capas de chuva ou guarda-chuva para os convidados também é uma boa pedida e pode render fotos divertidas!

Vale lembrar que alguns fornecedores entram em férias na primeira quinzena de janeiro e pode acontecer que o fornecedor que você tanto sonhava, não poderá lhe atender. Além disso, é provável que alguns convidados já tenham viagens planejadas e, por ser um período de alta temporada, a lua de mel costuma ficar inflacionada!

Fevereiro

Como as chuvas ainda são fortes e frequentes neste mês, pode ser arriscado optar por uma cerimônia ao ar livre. Além disso, é preciso atenção para não escolher uma data na semana do Carnaval, já que muitas pessoas aproveitam o feriado para viajar. As flores tropicais estão em sua melhor fase. Dá para montar uma decoração florida e perfumada.

O horário de verão anima as pessoas e a festa parece durar mais. Cerimônias ao pôr do sol são arriscadas, mas ficam lindas nessa época. Para quem ama carnaval, o clima é propício para quem quer convidar uma bateria de escola de samba para animar a festa. Tenha apenas em mente que muitos convidados podem estar viajando. É preciso atenção para não marcar na semana do carnaval ou na que antecede.

Março

Março é o mês com o melhor custo-benefício. É possível ter lindas orquídeas na decoração por um preço menor que o habitual. Nessa época o calor começa a diminuir, os casamentos ficam menos desconfortáveis e as cerimônias ao ar livre são mais indicadas, mas é preciso ter em mente um plano B, já que as “águas de março” podem invadir sua cerimônia! Vale investir no gerador! A lua de mel nessa época costuma ser bem mais acessível e tranquila devido à baixa procura.

Abril

É considerado o melhor mês para casar e para realizar cerimônias ao ar livre, já que as chuvas acabaram, o clima é mais ameno, o calor foi embora e o frio ainda não chegou. É preciso escolher os fornecedores com antecedência. A oferta de flores não é tão grande e os preços começam ser mais elevados. O ideal é fazer um bom planejamento.

Maio

Maio é considerado o “mês das noivas” e por conta dessa tradição histórica é um mês com preços elevados, dificuldade para reservar a data em buffets e igrejas, tem também o Dia Das Mães, que inflaciona ainda mais as flores. Tudo isso precisa ser analisado! Além do simbolismo da data, o clima é a principal vantagem, já que as temperaturas continuam amenas e o tempo fica menos propício às chuvas.

Junho

Para quem ama tulipas esse é o período ideal. Os homens costumam gostar dessa época por conta das temperaturas mais baixas e eles conseguem ficar mais à vontade com os ternos e fraques. Por ser um mês pouco concorrido é ótimo para tentar descontos com os fornecedores. Embora seja a época com o menor índice de chuvas, é preciso que os ambientes estejam preparados para combater o frio em cerimônias ao ar livre.  Na gastronomia vale investir em vinhos, comidas mais pesadas e massas!

Julho

A elegância dos noivos e convidados é uma das vantagens de se casar em julho. As hortênsias e copos de leite estão em alta e com preço bom. Por ser período de férias escolares muitas famílias podem estar viando nessa data e a lua de mel costuma ser um problema por estar com o preço lá em cima!

Agosto

A superstição faz com que muitas noivas nem cogitem esse mês para casar. Mas se você não é supersticiosa, pode aproveitar muito as vantagens, como a disponibilidade de datas e as belas flores da época como o copo de leite e a íris. Como a demanda é pequena nesse mês dá para barganhar nos preços! Vale ressaltar que alguns fornecedores tiram férias nessa época.

Setembro

Está conquistando o coração dos noivos e se tornando o novo “maio” e por conta da lei da oferta e da procura, é um mês inflacionado e as datas costumam ser escassas. A principal dica é fechar o quanto antes com os fornecedores. A primavera começa em setembro. Existe um clima romântico no ar, uma variedade grande de flores para a decoração e o clima é ameno – ideal tanto para cerimônias ao ar livre quanto em locais fechados.

Outubro

É o auge da primavera e os lírios estão com preços bem acessíveis. O frio, definitivamente, já deu adeus e não chove tanto. Quem não conseguiu data em setembro, casa nesse mês. Então fiquem de olho nos fornecedores, que costumam ser concorridos também. Com um clima mais quente, há pouco risco de chuva e é ótimo para festas e cerimônias ao ar livre. Para evitar altos custos na lua de mel, a dica é fugir do feriado de 12 de outubro, até porque, muitas famílias viajam nessa semana por conta da emenda com o dia dos professores.

Novembro

O 13º salário e as férias de final de ano são atrativos para marcar a data do casório, já que tanto os noivos como os convidados estão com uma situação financeira mais tranquila. Por ser o mês das lavandas, as noivas que as escolherem podem ganhar uma cerimônia com ares provençais. Embora o horário de verão deixe a cerimonia ao ar livre ainda mais bonita, é bom ter um plano B, já que há alta incidência de chuvas. Os dois feriados nacionais (2 e 15) também podem atrapalhar a programação com fornecedores e convidados. Por outro lado, podem ser válidos para os parentes que moram longe e precisam viajar até chegarem ao local da festa. Os preços tendem a subir por conta das festas de final de ano. A lua de mel também tende a ficar mais cara.

Dezembro

O clima de festa e o décimo terceiro salário fazem com que dezembro seja um dos meses mais procurados para casamentos. Na decoração, as rosas são ótimas opções, já que estão mais belas nessa época.

Por ser bastante concorrido, é bom reservar a data com bastante antecedência, já que elas se esgotam rápido nas duas primeiras semanas do mês. Por causa da alta temporada, a lua de mel sai bem mais cara do que nos meses anteriores. Além disso, o calor exige mais cuidados em relação à maquiagem e à climatização da festa. Pela alta incidência de chuvas é arriscado fazer cerimônias ao ar livre.